terça-feira, 6 de abril de 2010

feel it?





can you feel the music ?


muito amor



ultimamente ando muito melosa e não se passaram nem 3 dias e eu já vou falar de novo sobre amor. e porque ãh tem muito amor dentro de mim, sim eu admito, meu coração ta cheio de amor, é muito amor.. amor demais, que as vezes até faz um mau, mas que muitas vezes faz minha barriga encher de borboletas quando eu apenas vejo você, as vezes também parece que o meu coração quer sair pela boca. sinto vontade de chegar perto de você so pra dizer um "oi" e pra ouvir de você um "tudo bem?" que eu me sentiria feliz, mas eu não sei o que se passa na sua cabeça .. no seu coração, se você iria sair quando eu chegasse perto ou se iria perceber o que sinto por ti. eu tenho um medo danado de você perceber oq sinto em relação á você, medo da rejeição, da mentira. porque ao mesmo tempo que sinto esse amor eu sinto o medo. eu sinto uma raiva de mim por sentir esse medo e não lutar por você.. por seu amor!
mas so de ver você de longe sorrindo aah mas eu fico feliz, eu fico rindo atoa parecendo uma criança quando ganha chocolate.. ai eu fico na pontiinha do pé só pra vêr se tu me percebe ou até mesmo pra vêr quem agora você está olhado. e quando você da aquele sorriso é a coisa mais gostosa do mundo ilumina minha vida e o resto do meu dia, e quando você olha pra mim.. logo desvio o olhar e eu não sei porque não continuo encarando deve ser porque eu sou burra.. burra por não lutar por você, por não fazer parte do seu dia.. da sua história. mais é muito amor.. amor demais. é tanto amor que eu guardo pra mim porque nem minhas amigas tem idéia do tamanho do amor que sinto por você. o tempo passa e aos poucos vou me aproximando de você mas creio que seja tarde demais, e eu fico com mais raiva de mim por ter demorado porque concerteza uma menina ja ocupa seu coração. ai mas você não tem idéia do quanto eu te amo.. eu rezo todos os dias antes de durmi pedindo pra Deus que continue te iluminando. as vezes naquela aula chata de matematica me pego pensado em você sem querer ai aquele dever ja não tem importancia e eu sinto um vazio dentro de mim que as vezes da vontade de fugir pra bem longe e chorar. e é tanto amor que eu guardo so pra mim porque niguém iria enteder de onde vem tanto amor. e eu sinto que você pode me nutrir de alegria mas é meu medo que me impede .. ai cada dia que passa eu sinto mais raiva de mim por não dá pra você o amor que merece.. e se soubesse do que eu sinto, deve pensar que eu nem ligo pra você que você foi só mais um.. ah mas se você soubesse do que sinto eu fico me perguntando.. oq faria?
lutaria por mim ? tentaria me amar ? me esperaria ?
porque eu acho que esse meu medo é de sofrer de novo, pois há uma ferida em mim que alguém deixou antes .. também acho que esse meu medo é por não está pronta.
nossa eu repeti tantas palavras aqui rsrs'
é engraçado quando a gente sente isso né ? caraca.
mas é isso ai,falei oq eu tinha que falar pra você mas que eu ainda não tenho coragem.





gabriela.







existência.


eu nunca vou enteder porque a gente continua voltando pra casa querendo ser alguém, ainda que a gente esteja um ao lado do outro. eu nunca vou enteder porque você é exatamente o que eu quero, eu sou exatamente o que você quer, mas nossas exatidões não fucionam numa conta de mais..

mas ai, daqui uns dias.. você vai me ligar. querendo tomar aquele café de sempre, querendo me esconder como sempre, querendo me amar só enquanto você pode vulgarizar esse amor. me querendo no escuro, e eu vou topar. não porque seja uma idiota, não me dê valor ou não tenha nada melhor pra fazer. apenas porque você me lembra o mistério da vida. simplesmente porque é assim que a gente faz com a nossa própria existência: não entedemos nada, mas continuamos insistindo.





Tati Bernardi.